quarta-feira, junho 27, 2012


INVAGINAÇÕES

A distensão
do teu do amor sóbrio
ópio e deglutição
ginasianos
frutíferos corpos
dão-se ao anoitecer
conto apenas 15 anos
nada sei de Maiakovski
nem de revolução.

(poeminha escrito na adolescência, quando ainda vivia em Bom Jesus da Lapa)
(na foto, surrupiada da internet, Bom Jeusus da Lapa outroramente)

terça-feira, junho 26, 2012


(Maria Clara quer pisar nos raios de sol; foto by João Filho)

Das utopias


Se as coisas são inatingíveis... ora!
não é motivo para não querê-las...
Que tristes os caminhos, se não fora
a mágica presença das estrelas!

(Mário Quintana)

sexta-feira, junho 15, 2012



[...]
O poço-pergunta muitas vezes é perder-se.
Eis o labor que nos foi dado – crer.
Da falta de fé erguer nosso muro
de enfado e desistência?
Não foste o único e
nem será o último, quando chegaste
a urbe já estava erguida, e não se queixe,
ainda restam bons usos,
aí tem o primário para o mínimo,
entre ceia e manhã
o seu curso.
(João Filho)

sexta-feira, junho 08, 2012

Escritores baianos serão publicados em antologia alemã

Dois autores da Casarão do Verbo terão seus trabalhos traduzidos e lançados durante a Feira de Frankfurt, maior evento do mercado editorial do mundo



Em 2013, o Brasil será o país homenageado em território germânico e dois escritores da Bahia já têm presença certa no país de Goethe. Állex Leilla e Tom Correia, ambos da editora baiana Casarão do Verbo, estarão entre os 27 autores brasileiros convidados para uma antologia organizada pela tradutora e brasilianista Marlen Eckel. A ideia, segundo Eckel, é publicar um livro de crônicas e contos de autores que retrate a literatura nacional contemporânea de uma forma ampla e eclética. O volume será lançado em outubro do ano que vem pela editora Lettrétage, sediada em Berlim, durante a Feira de Livros de Frankfurt, uma das mais importantes do mundo.


Apesar de já ter sido traduzida em italiano e espanhol, para a doutora em Literatura Comparada (Universidade Estadual de Feira de Santana) e autora de “Primavera nos ossos”, Állex Leilla, a novidade foi uma grande satisfação. “Recebi o convite com alegria e surpresa, pois não conheço a organizadora pessoalmente, nem ninguém ligado à literatura ou ao mercado editorial na Alemanha”, afirma. Seu conto na antologia será o inédito “Não se esqueça de pisar firme no coração do mundo”, que pertence ao volume “Chuva secreta”, ainda não publicado.


Já o jornalista Tom Correia, que publicou “Sob um céu de gris profundo” em 2011, também participa com um conto inédito, “Portoseco”, que deve compor seu próximo livro, ainda sem data de publicação. “O convite foi uma das coisas mais gratificantes que a Literatura já me proporcionou. Quando se está produzindo, não se imagina algo tão surpreendente”, declara.


Com a homenagem ao Brasil, a Feira de Frankfurt deve contar com a presença de escritores e de editoras nacionais que pretendem realizar negócios no mundo do livro. A expectativa é que o evento estimule a participação de outros autores baianos para que exponham seus trabalhos em terras germânicas.


Confira os autores convidados:
Állex Leilla | Ana Paula Maia | André de Leones | Antonia Pellegrino | Antonio Prata| Antônio Xerxensky | Carlos de Brito e Mello | Carlos Henrique Schroeder| Carol Bensimon/ Cecilia Giannetti | Chico Mattoso | Flávio Izhaki | Helder Caldeira | Julián Fuks | Luís Henrique Pellanda | Marcelo Benini | Marcio Renato dos Santos | Mariel Reis | Olavo Amaral | Paloma Vidal | Rafael Bán Jacobsen | R.D. Oliveira Lima Taufick | Ricardo Lísias/ Tércia Montenegro | Tom Correia | Walther Moreira Santos| Whisner Fraga

Paulistânias II

1 Você deve esquecer que dormiu mal, que dorme mal há semanas, desde que se mudou pra cá. Esse negócio de deixar o negativo de lado (qui...