Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2008
Enquanto não havia o medo, voávamos alto, talvez vôos do tamanho do nosso ego, talvez meros exercícios verbais. Entrávamos e saíamos de abrigos, achando-nos invencíveis, na pior das hipóteses, nossa melhor companhia pra solidão.
Consideremos o que fomos: bichos que ousam não ter medo do vazio, da solidão, da perda. Não ter medo é pensar grande, sabemos, mas é também pensar atropelado. Hoje há um fosso entre o corpo e alma. Chamamos precaução, receio, cautela, cuidado. Que nada! É o medo.
Medo de te perder subitamente. Teu cheiro, teus pêlos, teu umbigo, tuas coxas, teus braços, teu toque. Perder tuas palavras, tuas histórias repetidas, abruptas, engraçadas. Tua alma calma junto à minha. Tua cabeça viajando sem sair dos lençóis.
A vontade sem sentido de gritar no meio da rua: não me deixe! Tem cabimento? Não. Mas como mentir? O medo estrangula a garganta. Fazer o quê.

21 de novembro

Imagem
Almoço no Saúde Brasil, um clássico???

Lista de presentes possíveis e outros nem tanto para 21 de novembro

1. Cd Greatest Hits, Morrissey (novo, de 2008)
2. Cd Só nós, Paula Toller
3. Cd "Pros que estão em casa", novo, de Toni Platão
4. Cd Rank, dos Smiths
5. Cd Epanymouns, do REM
6. "Escritos da Inglaterra", de Ana Cristina Cesar
7. Biografia de Caio Fernando Abreu: já recebido!
8. Livro de poesia de Ted Hughes (qualquer um)
9. Livro de Al Berto (qualquer um)
10. "Depois da Teoria", de Terry Eagleton: já prometido!
11. Cinzeiro grande, bonito
12. Ba-guá para porta de entrada preto, marrom ou dourado
13. Sais para banho
14. Plantas grandes ou pequenas, mas saudáveis
15. Óculos de sol do tipo tartarugas, marrom ou preto
16. Batedeira
17. Cafeteira
18. Uísque
19. Bolsa preta ou marrom
20. Xícaras
21. Copos bonitos
22. Toalhas de banho, vermelhas
23. Roupas de cama/casal, lilás, roxo ou violeta
24. Pijama
25. Lenços para cabelo
26. Tapetes vermelhos para banheiro