Foto by João Filho

Invaginações

A distensão
do teu amor sóbrio,
ópio e deglutição.
Ginasianos,
frutíferos corpos
que se dão ao entardecer.
Conto apenas 15 anos,
nada sei de Maiakovsky, nem de revolução.

Comentários

  1. Anônimo11:26 AM

    Cara Lella,
    Quirino que lhe escreve. Mandei uma resenha por e-mail de seu livro que ganhei ontem, lembra (O sol que a chuva apagou)? Obrigado. Se for publicar me avisa. Não mandei um comentário mais pessoal, longo e direto por causa da necessidade de fazer parte da padronização que a ciênia exige de nós resenhistas.
    Feliz Aniversário
    Obrigado

    ResponderExcluir
  2. Anônimo11:27 AM

    Desculpa. É Leilla

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Entrevista com o poeta João Filho

Série: a difícil-incrível arte de viver - parte III

Série: a difícil-incrível arte de viver - parte II